Impacto da prevenção quaternária como intervenção breve nas decisões clínicas de estudantes de medicina: experiência do Vietnã

  • Thi Hoa Vi Tran Lecturer. Family Medicine Department. Pham Ngoc Thach University of Medicine. Hochiminh city,
  • Thanh Liem Vo Family Medicine Department. Pham Ngoc Thach University of Medicine. Hochiminh city,

Resumo

Objetivo: avaliar o processo de tomada de decisão clínica por estudantes de graduação em medicina após uma breve intervenção sobre prevenção quaternária (P4). Métodos: estudo quantitativo de intervenção autocontrolada realizado com estudantes do quinto ano do curso de medicina da Pham
Ngoc Thach University, na cidade de Hochiminh, Vietnam. Os estudantes foram convidados a listar suas eventuais intervenções com base em três diferentes cenários clínicos simulados. A pesquisa foi realizada antes e depois da intervenção. As proposições dos estudantes foram classificadas em um dos quatro grupos de prevenção, de acordo com o modelo de Jamoulle. Resultados: participaram 115 estudantes, resultando em 211 folhas de respostas. As intervenções propostas pelos estudantes foram principalmente centradas nos grupos de prevenção 1, 2 e 3; esses três cenários clínicos explicaram parcialmente as intenções dos estudantes para aconselhamento, rastreamento e cuidados paliativos. Comparando com os dados da segunda fase do estudo, a intervenção foi associada a mudanças na aptidão dos alunos no processo de tomada de decisão clínica, que foi especialmente importante para o grupo de prevenção 1 (OR = 7,5) e para o grupo de prevenção 4 (OR = 30,05). Não houve diferença estatisticamente significativa na mudança de decisão dos alunos para o grupo de prevenção 2 (OR = 0,95 p = 0,466) e para o grupo de prevenção 3 (OR = 2,29 p = 0,932). Conclusão: a introdução da prevenção quaternária no curso de graduação em medicina pode auxiliar a orientar as decisões clínicas em direção à prevenção primária e também a evitar intervenções médicas desnecessárias.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Thanh Liem Vo, Family Medicine Department. Pham Ngoc Thach University of Medicine. Hochiminh city,
none declared.

Referências

Greenhalgh T, Howick J, Maskrey N, Evidence Based Medicine Renaissance Group. Evidence based medicine: a movement in crisis? BMJ. 2014;348:g3725. http://dx.doi.org/10.1136/bmj.g3725. PMid:24927763.

Gérvas J, Starfield B, Violán C, Minué S. GPs with special interests: unanswered questions. Br J Gen Pract. 2007;57(544):912-917. http://dx.doi.org/10.3399/096016407782317865. PMid:17976293.

Higgs J, Jones MA. Clinical decision making and multiple problem spaces. In: Higgs J, Jones MA, Loftus S, Christense N, editors. Clinical reasoning in the health professions. 3rd ed. Boston: Elsevier Health Sciences; 2008. p.3-17.

Payton OD, Nelson CE, Ozer MN. Patient participation in program planning: a manual for therapist. Philadelphia: Davis; 1990.

Jamoulle M. Information et informatisation en médecine générale. Les informa-g-iciens. 1986:193-209.

Bentzen N. WONCA Dictionary of general/family practice. Copenhagen: Laegeforeningens Forlag; 2003.

Porta M. A Dictionary of epidemiology. 6th ed. Oxford University Press; 2014.

Jamoulle M, Roland M. Quaternary prevention-From Wonca world Hong Kong 1995 to Wonca world Prague 2013. Prague: Wonca World Prague; 2013.

McWhinney IR. A textbook of family medicine. New York: Oxford University Press; 1989.

Vo LT. Développement de la médecine de famille au Vietnam. Liège: Université de Liège; 2013.

Ntzoufras I. Bayesian modeling using WinBUGS. Hoboken: John Wiley & Sons; 2009.

Rijmen F, Tuerlinckx F, Meulders M, Smits DJ, Balázs K. Mixed model estimation methods for the Rasch model. J Appl Meas. 2005;6(3):273-88. PMID: 15942071.

Lunn DJ, Thomas A, Best N, Spiegelhalter D. WinBUGS: a Bayesian modelling framework. Concepts, structure, and extensibility. Stat Comput. 2000;10(4):325-337. http://dx.doi.org/10.1023/A:1008929526011

Jamoulle M. Quaternary prevention, an answer of family doctors to overmedicalization. Int J Health Policy Manag. 2015;4(2):61-64. http://dx.doi.org/10.15171/ijhpm.2015.24

Pandve HT. Quaternary prevention: need of the hour. J Family Med Prim Care. 2014;3(4):309-310.

WONCA EUROPE. The European definition of general practice/Family medicine. London; 2011 [cited 2013 Sept 4] Available from: http://www.woncaeurope.org/sites/default/files/documents/Definition%203rd%20ed%202011%20with%20revised%20wonca%20tree.pdf

World Health Organization. Primary health care: now more than ever. Geneva: World Health Organization; 2008.

Publicado
2015-06-24
Como Citar
Tran, T. H. V., & Vo, T. L. (2015). Impacto da prevenção quaternária como intervenção breve nas decisões clínicas de estudantes de medicina: experiência do Vietnã. Revista Brasileira De Medicina De Família E Comunidade, 10(35), 1-8. https://doi.org/10.5712/rbmfc10(35)1119