Prevalência de transtornos mentais não-psicóticos e fatores associados em pessoas com hipertensão arterial sistêmica e/ou diabetes mellitus em Unidades de Saúde da Família em Blumenau, Santa Catarina

Autores

  • Ernani Tiaraju de Santa Helena Fundação Universidade Regional de Blumenau - FURB
  • Bruno Gaiarsa Simões Lasagno
  • Ramiro Vieira

DOI:

https://doi.org/10.5712/rbmfc5(17)204

Palavras-chave:

Transtornos Mentais, Atenção Primária à Saúde, Peneiramento

Resumo

Objetivo: Avaliar a prevalência de transtornos mentais não psicóticos (TMNP) e fatores associados em pessoas hipertensas e/ou diabéticas oriundas de Unidades de Saúde da Família de Blumenau, Santa Catarina. Métodos: Trata-se de um estudo transversal com 710 usuários de Unidades da Saúde da Família de Blumenau selecionados após amostragem probabilística, estratificada e por conglomerados. Os selecionados foram submetidos a um questionário domiciliar por entrevistadores treinados e responderam questões pertinentes a características socioeconômicas, pessoais e de medicamentos. O instrumento utilizado para o rastreamento de TMNP foi o Self-Report Questionnaire-20 (SRQ-20). As variáveis estudadas foram submetidas à análise uni e multivariada além de outros testes estatísticos adequados a cada uma delas. Resultados: A prevalência de TMNP encontrada foi de 39,44%. Fatores associados com TMNP, após analise multivariada, foram: sexo feminino (RP= 1,50; 1,12-2,01 IC95%; p<0,01), uso de psicotrópicos (RP=1,74; 1,34-2,26 IC95%; p<0,00), hospitalização e/ou comparecimento ao pronto-socorro no último ano (RP=1,30; 1,02-1,66 IC95%; p<0,03) e classe de consumo E da classificação da Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa (ABEP) (RP=2,62; 1,09-6,27IC95%; p<0,03). Conclusões: A grande prevalência de TMNP, relacionados principalmente às mulheres e às pessoas em condições sociais desfavoráveis, suscita uma intervenção organizada e efetiva, enquanto o tratamento adequado da doença de base e a detecção precoce dos TMNP implicariam melhor uso dos recursos de saúde pública.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Ernani Tiaraju de Santa Helena, Fundação Universidade Regional de Blumenau - FURB

Graduado em Medicina pela UFRGS(1986), mestre em Saúde Pública (Epidemiologia) pela UFSC(1999) e doutor em Ciências (Medicina Preventiva) pela FM-USP(2007). Atualmente é médico da Prefeitura Municipal de Blumenau e professor do quadro da Fundação Universidade Regional de Blumenau. Tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Epidemiologia, atuando principalmente nos seguintes temas: epidemiologia com enfase em sistemas de informação e atenção primária à saúde(saude da familia). Mais recentemente vem desenvolvendo estudos de utilização de medicamentos e adesão ao tratamento em doenças crônicas em diversos projetos de pesquisa e na tutoria de grupo PET-Saúde.

Currículo Lattes:http://lattes.cnpq.br/5680637503306725

Bruno Gaiarsa Simões Lasagno

Acadêmico do Curso de Medicina da FURB, Blumenau (SC), Brasil.

Ramiro Vieira

Acadêmico do Curso de Medicina da FURB, Blumenau (SC), Brasil.

Downloads

Publicado

2010-03-25

Como Citar

1.
Helena ET de S, Lasagno BGS, Vieira R. Prevalência de transtornos mentais não-psicóticos e fatores associados em pessoas com hipertensão arterial sistêmica e/ou diabetes mellitus em Unidades de Saúde da Família em Blumenau, Santa Catarina. Rev Bras Med Fam Comunidade [Internet]. 25º de março de 2010 [citado 25º de junho de 2022];5(17):42-7. Disponível em: https://www.rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/204

Edição

Seção

Artigos de Pesquisa