Prevalência de transtornos mentais não-psicóticos e fatores associados em pessoas com hipertensão arterial sistêmica e/ou diabetes mellitus em Unidades de Saúde da Família em Blumenau, Santa Catarina

  • Ernani Tiaraju de Santa Helena Fundação Universidade Regional de Blumenau - FURB
  • Bruno Gaiarsa Simões Lasagno
  • Ramiro Vieira
Palavras-chave: Transtornos Mentais, Atenção Primária à Saúde, Peneiramento

Resumo

Objetivo: Avaliar a prevalência de transtornos mentais não psicóticos (TMNP) e fatores associados em pessoas hipertensas e/ou diabéticas oriundas de Unidades de Saúde da Família de Blumenau, Santa Catarina. Métodos: Trata-se de um estudo transversal com 710 usuários de Unidades da Saúde da Família de Blumenau selecionados após amostragem probabilística, estratificada e por conglomerados. Os selecionados foram submetidos a um questionário domiciliar por entrevistadores treinados e responderam questões pertinentes a características socioeconômicas, pessoais e de medicamentos. O instrumento utilizado para o rastreamento de TMNP foi o Self-Report Questionnaire-20 (SRQ-20). As variáveis estudadas foram submetidas à análise uni e multivariada além de outros testes estatísticos adequados a cada uma delas. Resultados: A prevalência de TMNP encontrada foi de 39,44%. Fatores associados com TMNP, após analise multivariada, foram: sexo feminino (RP= 1,50; 1,12-2,01 IC95%; p<0,01), uso de psicotrópicos (RP=1,74; 1,34-2,26 IC95%; p<0,00), hospitalização e/ou comparecimento ao pronto-socorro no último ano (RP=1,30; 1,02-1,66 IC95%; p<0,03) e classe de consumo E da classificação da Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa (ABEP) (RP=2,62; 1,09-6,27IC95%; p<0,03). Conclusões: A grande prevalência de TMNP, relacionados principalmente às mulheres e às pessoas em condições sociais desfavoráveis, suscita uma intervenção organizada e efetiva, enquanto o tratamento adequado da doença de base e a detecção precoce dos TMNP implicariam melhor uso dos recursos de saúde pública.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Ernani Tiaraju de Santa Helena, Fundação Universidade Regional de Blumenau - FURB

Graduado em Medicina pela UFRGS(1986), mestre em Saúde Pública (Epidemiologia) pela UFSC(1999) e doutor em Ciências (Medicina Preventiva) pela FM-USP(2007). Atualmente é médico da Prefeitura Municipal de Blumenau e professor do quadro da Fundação Universidade Regional de Blumenau. Tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Epidemiologia, atuando principalmente nos seguintes temas: epidemiologia com enfase em sistemas de informação e atenção primária à saúde(saude da familia). Mais recentemente vem desenvolvendo estudos de utilização de medicamentos e adesão ao tratamento em doenças crônicas em diversos projetos de pesquisa e na tutoria de grupo PET-Saúde.

Currículo Lattes:http://lattes.cnpq.br/5680637503306725

Bruno Gaiarsa Simões Lasagno
Acadêmico do Curso de Medicina da FURB, Blumenau (SC), Brasil.
Ramiro Vieira
Acadêmico do Curso de Medicina da FURB, Blumenau (SC), Brasil.
Publicado
2010-03-25
Como Citar
Helena, E. T. de S., Lasagno, B. G. S., & Vieira, R. (2010). Prevalência de transtornos mentais não-psicóticos e fatores associados em pessoas com hipertensão arterial sistêmica e/ou diabetes mellitus em Unidades de Saúde da Família em Blumenau, Santa Catarina. Revista Brasileira De Medicina De Família E Comunidade, 5(17), 42-47. https://doi.org/10.5712/rbmfc5(17)204
Seção
Artigos de Pesquisa