Encarando a finitude

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5712/rbmfc17(44)3062

Palavras-chave:

Morte, Morte parental, Luto.

Resumo

O livro de Kathryn Mannix intitulado Precisamos falar sobre a morte é transformador pessoal e profissionalmente. A autora aborda, por meio de experiências vivenciadas com seus pacientes em final de vida, os padrões e o jeito único de cada indivíduo vivenciar a finitude; além disso, discorre sobre a importância de falar sobre a imortalidade e a capacidade humana de ressignificar os momentos dolorosos, o legado de cada indivíduo e a preocupação com a transcendência. Não é um livro sobre morrer, mas sobre como viver na perspectiva de que não somos imortais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

Mannix K. Precisamos falar sobre a morte. 1ª ed. Rio de Janeiro: Sextante; 2019.

The Economist, Intelligence Unit. The 2015 quality of death index: ranking palliative care across the world [internet]. 2015 [acessado em 10 abr. 2021]. Disponível em: http://www.lienfoundation.org/sites/default/files/2015%20Quality%20of%20Death%20Report.pdf

Stewart M, Brown JB, Weston WW, McWhinney IR, McWilliam CL, Freeman TR. Medicina Centrada na Pessoa: Transformando o Método Clínico. 3a ed. Porto Alegre: Artmed; 2017.

Santos MA, Hormanez M. Atitude frente à morte em profissionais e estudantes de enfermagem: revisão da produção científica da última década. Ciênc saúde coletiva. 2013;18(9): 2757-68. https://doi.org/10.1590/S1413-81232013000900031 DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-81232013000900031

Ware B. Antes de partir: os 5 principais arrependimentos que as pessoas têm antes de morrer. 1ª ed. São Paulo: Geração; 2012.

Downloads

Publicado

2022-04-24

Como Citar

1.
Conzatti M. Encarando a finitude. Rev Bras Med Fam Comunidade [Internet]. 24º de abril de 2022 [citado 28º de maio de 2022];17(44):3062. Disponível em: https://www.rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/3062

Edição

Seção

Resenhas