Contribuições para a discussão sobre a formação do odontólogo a partir da inserção de saúde bucal no PSF

  • Renata Rangel Silva de Albuquerque
Palavras-chave: Odontologia, Saúde Bucal, Saúde da Família

Resumo

Este trabalho objetivou discutir a formação do profissional de Odontologia, a partir dos desafios de sua inserção no Programa de Saúde da Família (PSF). A escolha do tema foi motivada pela constatação do grave quadro de exclusão social em relação à saúde bucal brasileira. A partir da revisão da literatura, da análise documental e das entrevistas semiestruturadas, buscou-se discutir as concepções contemporâneas do processo saúde-doença e suas implicações para Odontologia, levantar o estado da arte da discussão de formação em Odontologia, discutir o perfil do profissional de Odontologia adequado à realidade brasileira. Finalmente, a partir da sistematização destes dados, procuramos identificar tendências do cuidado em saúde bucal. Foi constatada a necessidade de mudança do modelo de formação para a construção de um perfil que contemple os desafios impostos pela realidade brasileira e não somente pelo PSF. Contudo, essa construção só será factível a partir da mudança de paradigma da profissão, que se complexifica, na medida em que gera desconforto, desconfiança, reações conservadoras e concorrem com interesses políticos, econômicos e de elites que, certamente, não estão preocupadas com a grande parcela da população usuária do Sistema Único de Saúde (SUS). O modelo assistencial de atenção em saúde bucal, centrado na doença e com base na demanda espontânea, deve evoluir para um modelo de atenção integral à saúde onde as ações de promoção, de proteção, e de recuperação sejam incorporadas progressivamente, buscando a melhoria da qualidade de vida. Esta mudança vem sendo fortalecida pela Política Nacional de Saúde Bucal – Brasil Sorridente, que consolida o PSF como reorientador da atenção básica e gera empregos para o setor, fazendo surgir um novo mercado de trabalho. A reorientação do modelo assistencial se apresenta como uma possibilidade para que a Odontologia ocupe, enfim, o seu lugar enquanto profissão de saúde. (AU).

Métricas

Carregando Métricas ...
Publicado
2006-11-17
Como Citar
Albuquerque, R. R. S. de. (2006). Contribuições para a discussão sobre a formação do odontólogo a partir da inserção de saúde bucal no PSF. Revista Brasileira De Medicina De Família E Comunidade, 2(6), 150. Recuperado de https://www.rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/39
Seção
Resumos de Tese