O que vem à sua mente ao ouvir “estar aberto”, “atenção plena”, “consciência plena”, “meditação”?

Autores

  • Marcio Sussumu Hirayama Faculdade de Ciências Médicas,Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).
  • Neusa Maria Costa Alexandre Faculdade de Ciências Médicas,Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

DOI:

https://doi.org/10.5712/rbmfc7(1)611

Palavras-chave:

Comparação Transcultural, Tradução

Resumo

Introdução: Mindfulness foi traduzido da palavra Sati de textos budistas na língua palie pode significar o ato de lembrar-se de manter a consciência. Esta palavra é pouco familiar para a cultura ocidental. Para uma adequada e efetiva comunicação e aplicação da prática de mindfulness na sociedade, são necessárias investigações sobre o uso e ideias que se tem a respeito de conceitos relacionados. Investigamos o que pensa o brasileiro ao ouvir algumas expressões em português re. Apresentamos aqui resultados parciais de uma das fases do processo de adaptação cultural do Freiburg Mindfulness Inventory (FMI), um instrumento que busca avaliar mindfulness na população clínica e não clínica. Método: Entrevistamos uma amostra selecionada por conveniência constituída de 41 pessoas. Realizamos algumas perguntas abertas, ex.: a) Em que você pensou quando leu “estou aberto para viver a experiência do momento presente”? b) O que vem à sua mente quando você ouve “atenção plena”? c) E “consciência plena”? d) Na sua opinião, o que é meditação? e) O que te motiva ou te impede de praticar meditação? Analisamos o conteúdo das respostas obtidas e o sintetizamos em ideias mais presentes. Amostra avaliada: 18 homens, 23 mulheres; idade média de 38 anos (18 a 76 anos); renda familiar de menos de 2 a acima de 6 salários mínimos; 15 pessoas apresentavam doença, católicos (44%), evangélicos(10%), nenhuma religião (12%) e 14 pessoas eram meditadores. Resultados: Algumas respostas: a) aceitar mudanças, certeza, vontade pelo novo, não entendi; b) concentração, sentidos alerta, o que quer dizer plena?; c) clareza, entendimento total, igual atenção plena, mais relaxado, transcendência; d) pensar em nada, organizar a mente, nunca parei pra pensar; e) ambiente mais tranquilo, uma rotina, grupo, nada, não gosto disso, falta de interesse. Conclusão: Existe uma ampla diversidade de ideias relacionadas às expressões ligadas à comunicação do conceito de mindfulness. Cuidados e esclarecimentos se mostram necessários para a implementação de práticas e palavras não familiares para a população brasileira em geral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

2012-06-22

Como Citar

1.
Hirayama MS, Alexandre NMC. O que vem à sua mente ao ouvir “estar aberto”, “atenção plena”, “consciência plena”, “meditação”?. Rev Bras Med Fam Comunidade [Internet]. 22º de junho de 2012 [citado 27º de junho de 2022];7(1):64. Disponível em: https://www.rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/611