[1]
L. H. F. da S. Cascaes e J. C. de Oliveira, “Evidências sobre relaxantes musculares de uso ambulatorial: uma revisão da literatura”, Rev Bras Med Fam Comunidade, vol. 12, nº 39, p. 1-14, fev. 2018.