[1]
M. M. López, “Medicina Familiar e Comunitária como fonte de cuidados em Saúde Mental”, Rev Bras Med Fam Comunidade, vol. 13, nº 1, p. 54-68, set. 2018.